Guia IAB de Educação Infantil

O guia destina-se a gestores, coordenadores pedagógicos e educadores de centros de Educação Infantil, mas também pode ser utilizado, com proveito, por técnicos e responsáveis pela formulação de políticas e programas de Educação Infantil, bem como por pais, cuidadores de crianças e profissionais especializados, como recreadores e responsáveis por brinquedotecas.

Saiba mais sobre o produto abaixo.

Descrição do produto

A Educação Infantil não é uma escola que vem antes da outra. Ela constitui um fim em si mesma e a forma privilegiada da criança aprender é pela brincadeira. Desta percepção nasce a proposta do Instituto Alfa e Beto (IAB) para a faixa etária de 0 a 6 anos: aprender brincando e brincar aprendendo.

Apoiado em sua vasta experiência e de seus profissionais em centenas de centro de Educação, creches, pré-escolas e outras instituições, além da análise exaustiva das melhores práticas disseminadas por diversos países e dos conhecimentos científicos mais atuais sobre o desenvolvimento infantil, o IAB lança em 2015 o Guia IAB de Educação Infantil, que traz a proposta do Instituto para estimular e promover o desenvolvimento das crianças.

O Guia IAB de Educação Infantil está organizado em duas partes. A primeira parte apresenta os conceitos básicos e fundamentos do desenvolvimento infantil, o currículo para crianças de 0 a 6 anos a ser seguido e a proposta pedagógica. A segunda parte detalha as orientações para implementar o currículo em diferentes tipos de instituição, não só creches, maternais ou centros de Educação Infantil, mas também ambientes menos formais, como brinquedotecas, mães crecheiras ou centros de acolhimento de crianças.

Por essa razão, e também para acentuar a diferença entre educação infantil e educação escolar, os autores evitam termos como “professor” e “escola”. A proposta é apresentada para ser implementada em sua íntegra, pois isso assegura consistência. Entretanto, ela poderá ser adaptada a diferentes arranjos institucionais ou organizacionais, inclusive a instituições que operam em tempo integral ou tempo parcial. Também pode servir para inspirar, operacionalizar ou instrumentalizar diferentes propostas pedagógicas.

A aplicação concreta dessas ideias em uma rede municipal de educação ou em uma instituição de Educação Infantil requer um conjunto de regras de funcionamento e, sobretudo, definições locais a respeito da forma de agrupamento das crianças e do que ocorrerá nesse tempo e nesse espaço.

 

 

Você pode se interessar

Vamos Conversar?

Deixe seu E-mail ou Telefone e entramos em contato com você:

  • Opss! Por favor, preencha o(s) campo(s) "Nome", "E-mail ou Telefone" e "Eu sou".